Leituras de Ventura
A gente pode culpar a nossa infância, acusar interminavelmente nossos pais por todos os males que nos afligem, incriminar a eles pelas provações da vida, por nossas fraquezas, nossas covardias, mas, no fim, nós somos responsáveis pela nossa própria existência, nós nos tornamos o que decidimos nos tornar. Além disso, você precisa aprender a relativizar os seus dramas, sempre vai haver famílias piores do que a sua.
Tudo Aquilo que Nunca foi Dito - Marc Levy (via livrariapessoal)

WOW!

Cat Ladies, Cat Ladies everywhere. 

Cat Ladies, Cat Ladies everywhere. 

Catherine Tate [essa linda] falando sobre mulheres em stand up comedy.

Catherine Tate [essa linda] falando sobre mulheres em stand up comedy.

Meu Deus, eu tinha tanta briga dentro de mim e ninguém em quem atirar.
Emma Forrest, Sua voz dentro de mim.
Eu odiava aulas com debate. Odiava falar e odiava ouvir os outros tropeçarem em suas próprias palavras, tentando frasear as coisas da maneira mais vaga possível para não parecerem estúpidos. Odiava como tudo acabava sendo um jogo, no qual tentávamos descobrir o que o professor queria ouvir e o díziamos. Estou aqui, então me ensine.
John Green, Quem é você, Alasca?
Fozzy Bear

Fozzy Bear

Internet é coisa séria.

Internet é coisa séria.

True love will find you in the end
You’ll find out just who was your friend
Don’t be sad, I know you will
But don’t give up until
True love will find you in the end

Daniel Johnson - True Love Will Find You In The End (Medianeras)

Pessoas como você precisam criar. Se você não criar, Bernadette, vai se tornar uma ameaça para a sociedade.
Maria Temple, Cadê você Bernadette?
"Eu preciso que você saiba o quanto é difícil para mim às vezes". Mamãe sugurou a minha mão. "O que é difícil?" "A banalidade da vida", ela disse.
Maria Semple, Cadê você Bernadette?
Ela evitava tudo o que era útil como se fosse uma doença contagiosa.
Alice Munro. IN: Vida Querida.
Morte lenta ao luso infame que inventou a calçada portuguesa. Maldito D. Manuel e sua corja de tenentes Eusébios. quadrados de pedregulho irregular socados à mão. À mão! É claro que ia soltar, ninguém reparou que ia soltar? Branco, preto, branco, preto, as ondas do mar de Copacabana. De que me servem as ondas do mar de Copacabana? Me deem um chão liso, sem protuberâncias calcárias. Mosaico estúpido. Mania de mosaico. Joga concreto em cima e aplaina.
Fernanda Torres, Fim

Achei um resumo do que penso sobre a construção de personagens femininas. Escrever mulheres complexas é melhor do que escrever mulheres simplesmente “fortes”.